A importância da Vermifugação nos Cães

Assessoria de Imprensa

As doenças parasitárias afetam diretamente a saúde e o bem-estar dos animais, em especial os cães.

Entre as doenças parasitárias, destacam-se as verminoses, que ocasionam sérios problemas aos animais. Dependendo do grau da severidade com que ocorrem, a idade e o estado em que o cão está, a verminose pode colocar em risco a vida dele.

Além disso, muitos parasitos que acometem os cães são zoonóticos, ou seja, podem transmitir problemas de saúde aos seres humanos, por isso deve-se sempre dar a devida atenção às verminoses.

Os filhotes pertencem à classe de animais mais gravemente afetada, e podem se contaminar já nos primeiros dias de vida.  Os principais sinais são perda do apetite, pelos secos, diarreia e perda de peso, pois os vermes afetam o processo digestivo, causando comprometimento da absorção de nutrientes.

Existem vários tipos de vermes, que são classificados entre "redondos" e "chatos". A contaminação pode acontecer pela via oral (ingestão de ovos), via percutânea, via intrauterina (através da placenta, contaminando o filhote ainda na barriga da mãe) e pela via galactogênica (filhote é contaminado por meio da ingestão do leite materno).

O controle da verminose só terá sucesso por meio de um programa preventivo, tais como:

  • Consultas periódicas com o médico veterinário,
  • Investigação constante da carga parasitária (exame de fezes)
  • Não alimentar os animais com carne crua
  • Controlar a contaminação do meio ambiente com recolhimento imediato das fezes (evitando que o cão coma as mesmas)
  • Recolher as fezes dos animais ao passear pela rua, contribuindo para manter a cidade limpa e a saúde dos animais e da sua família. Além disso, é fundamental cobrir ou fazer um tratamento adequado nas caixas de areia dos parques quando não estiverem em uso.

 

A vermifugação nos cães:

Sabe-se que os benefícios de um bom tratamento são inquestionáveis. Com intuito de aumentar a eficácia terapêutica, a UCBVET desenvolveu o Platelmin Plus® uma associação de compostos, que tem como objetivo aumentar a eficácia frente a uma gama de endoparasitos e minimizar os efeitos indesejáveis. O Platelmin Plus® é um potente vermífugo de amplo espectro para cães, eficaz no controle de vermes redondos e vermes chatos. Esse é um vermífugo seguro, pode ser administrado em filhotes e fêmeas prenhes no terço final da gestação. Além disso, ele é palatável, com sabor carne. 

Para cada idade do animal existe um programa básico de vermifugação. O filhote deve ser vermifugado durante a lactação e após desmame, com início na 2ª, 4ª, 8ª e 12ª semanas e aos 4, 5 e 6 meses. É importante lembrar de vermifugar a cadela ao mesmo tempo que a ninhada. Já para animais adultos, a repetição das doses pode ser feita a cada 3 ou 4 meses. A vermifugação de fêmeas prenhes deve ser realizada no terço final da gestação. A administração do vermífugo deve seguir sempre a orientação e o acompanhamento do médico veterinário.

 


Leia Também

Chove chuva
Enriquecimento Ambiental: seu Cão sem Monotonia
Pés e Patas na Estrada
Como Atenuar os Efeitos dos Fogos de Artifício