Vacinação dos Felinos

Assessoria de Imprensa

               O recém-nascido não possui o sistema imunológico como os adultos, necessitando de amadurecimento após o nascimento. A melhor maneira de adquirem proteção imunológica é através do colostro, primeiras secreções do leite materno rico em nutrientes.

               Nas primeiras semanas de vida, o filhote só pode combater as infecções através de anticorpos fornecidos pela mãe.

               As vacinas mais importantes para manter seu gato longe das principais doenças são a vacina polivalente e a vacina antirrábica; sendo que a polivalente pode ser encontrada em duas versões diferentes: tríplice e quádrupla – respectivamente chamadas de V3 e V4. A diferença entre elas se dá em função da quantidade de antígenos contida em cada uma.

                A V3 (Vacina Tríplice) previne os gatos contra Panleucopenia, Rinotraqueíte e Calicivirose; enquanto a V4 (Vacina Quádrupla), além de todos os antígenos contidos na V3, inclui, ainda, a proteção contra a Clamidiose.

Confira, abaixo, como seguir os intervalos corretos entre as doses para proteger o seu gatinho:

 

  •  Aos 60 dias de vida: 1ª dose da polivalente V3 ou V4
  •  Aos 90 dias de vida: 2ª dose da polivalente V3 ou V4
  •  Aos 120 dias de vida: 3ª dose da polivalente V3 ou V4 e a vacina antirrábica

 

             As vacinas devem ser administradas por um Médico Veterinário, que realizará primeiramente uma avaliação geral do estado de saúde do filhote, pois é preferível não vacinar os gatinhos em más condições de saúde.

             Lembrando que reforço deve ser realizado anualmente, assim como a vacina polivalente e a antirrábica.


Leia Também

Chove chuva
Pés e Patas na Estrada
Como Atenuar os Efeitos dos Fogos de Artifício
Cuidados no Verão